cialis bijwerkingen cialis kopen in nederland kamagra bijsluiter kamagra kopen in de winkel levitra bijwerkingen viagra werking viagra kopen apotheek kamagra bestellen kamagra kopen levitra prijs levitra kopen cialis 20 mg cialis 20 viagra kopen viagra pil
     

 


Clique no titulo da notŪcia para ver o conteķdo.


15/10/2015 - AFECE faz agradecimento ao Grupo Solid√°rio em noite festiva

Em noite festiva a AFECE - Associa√ß√£o Franciscana de Educa√ß√£o ao Cidad√£o Especial comemorou seu 48¬ļ anivers√°rio de funda√ß√£o.
A solenidade foi realizada no Clube Curitibano e contou com a presença de centenas de pessoas ligadas a instituição que fez questão de agradecer e homenagear as entidades que lhe apoiaram durante o ano de 2014/15.
Entre estas entidades está o Grupo Solidário que fez a doação de máquinas de estampar, encadernadora, bordar e multifuncional em fevereiro/2015 e, em setembro/15, doou uma piscina térmica adaptada para portadores de necessidades especiais.
Estiveram presentes à solenidade o Presidente Luiz Maçaneiro, o Vice Presidente Juarez Cardoso / Josiane Cardoso, a Diretora de Marketing Bernardete Borges e o Associado/Vereador Zé Maria.
A AFECE entregou uma Placa e um Certificado ao Grupo Solid√°rio em agradecimento/reconhecimento pelo apoio recebido.

13/2/2015 - ENTREGA PROJETO 07 - CADEIRA DE RODAS de AVD ALUM√ćNIO RECLIN√ĀVEL

Dia 12.02.2015, o Grupo Solid√°rio (www.solidario.org.br), entregou mais um projeto, o de n√ļmero 07, cujo padrinho foi o solid√°rio Z√© Maria. Como os outros projetos realizados, este tamb√©m foi um momento de muita emo√ß√£o e alegria.
Foi entregue uma CADEIRA DE RODAS de AVD ALUM√ćNIO RECLIN√ĀVEL, no valor de R$ 1.435,00, a qual foi feito sob medida para atender as necessidades do aluno Hermes Creborgy da APAE de S√£o Jos√© dos Pinhais - Escola Amor Perfeito - Costeira, que mora na √°rea rural deste munic√≠pio.
A cadeira doada substitui um cadeira antiga que foi adaptada e utilizada por seis anos, a qual gerava desconforto, proporcionando agora uma melhora significativa ao querido Hermes.
As fotos demonstram o quanto o momento foi especial, não só para nosso amigo especial, família e presentes, mas sim para todos, pois a solidariedade é contagiosa, portanto, contagie-se e deixe-se contagiar.

31/1/2015 - Ata 04/2015 = Assembleia Geral Ordin√°ria

Ata 04/2015 = Assembleia Geral Ordin√°ria
Aos (31/01/2015) trinta e um dias do m√™s de janeiro do ano de dois mil e quinze, quando no Restaurante Bimmys, situado na Av. Igua√ßu 931, Curitiba, PR, reuniram-se os Associados do Grupo Solid√°rio, para realiza√ß√£o da Assembleia Geral Ordin√°ria, devidamente convocada pelo Presidente, que come√ßou √†s vinte horas, em segunda convoca√ß√£o j√° que a primeira convoca√ß√£o marcada para as 19:45 hs n√£o teve qu√≥rum suficiente. A mesa foi constitu√≠da com o Presidente Luiz Alberto Ma√ßaneiro e o Secret√°rio Marco Aur√©lio Sabag de Souza. Aberta a Assembleia, o Presidente, agradeceu a presen√ßa de todos, lembrando que neste dia o Grupo Solid√°rio est√° comemorando 1 (um) ano de exist√™ncia e que j√° se tornou uma realidade para o aux√≠lio dos mais necessitados, aproveitou para pedir que todos o acompanhassem e cantassem os Parab√©ns e assim comemoraram esta data. Comunicou que ap√≥s a Assembleia ser√° servido um jantar por ades√£o. Comentou que o Solid√°rio Juarez Cardoso, trouxe as camisetas com a identifica√ß√£o dos integrantes do Grupo e que os que haviam encomendado poderiam pegar a sua camiseta. Comenta que os botons de identifica√ß√£o est√£o √† disposi√ß√£o de quem ainda n√£o pegou o seu, com a Diretora Fayga. Na sequencia o Secret√°rio fez a leitura do edital de convoca√ß√£o destacando os pontos da pauta a serem discutidos. O Presidente leu a rela√ß√£o da diretoria, solicitando que os nominados se apresentassem. O Solid√°rio Anderson Azambuja, Diretor Financeiro, fez a leitura do Balan√ßo 2014 com as receitas e despesas do exerc√≠cio. O Solid√°rio H√©lio Balbino, integrante do Conselho Fiscal, fez a leitura do parecer do Conselho Fiscal, que foi favor√°vel √† aprova√ß√£o pela Assembleia, das contas do Grupo. O Presidente colocou em vota√ß√£o no que foram aprovadas por unanimidade. Da pauta constaram os seguintes pontos: 1) Identifica√ß√£o, ou n√£o, do nome dos votantes em cada projeto: Ap√≥s considera√ß√Ķes feitas por associados, surgiram 3 propostas: 1.1 Continuar como est√°, identificando os votantes que foram vencedores da vota√ß√£o e n√£o identificando os que votaram em menor numero; 1.2 Dever√≠amos identificar os que votaram a favor e contra; 1.3 N√£o dever√≠amos identificar os votantes; A proposta 1.1 recebeu 27 votos; A proposta 1.2 recebeu 3 votos e a proposta 1.3 recebeu 6 votos, sendo assim foi aprovada a proposta que mant√©m a forma de divulga√ß√£o que √© hoje de s√≥ listar os nomes dos votantes que foram maioria: 2) Neste item foi colocado em vota√ß√£o a n√£o divulga√ß√£o do nome do padrinho antes do resultado final da vota√ß√£o, no que foi aprovado por unanimidade a n√£o divulga√ß√£o: 3) Forma de vota√ß√£o do projeto: foi colocada uma propostas para mudan√ßa, introduzindo um n√ļmero m√≠nimo de votos para que o projeto seja aprovado, n√ļmero m√≠nimo que seria determinado atrav√©s de f√≥rmula matem√°tica, proposta que recebeu apenas 4 votos, sendo mantida a forma de vota√ß√£o atual, mas com mudan√ßa no tempo de vota√ß√£o, tendo surgido duas propostas, uma mantendo o prazo de vota√ß√£o atual de 5 dias e outra alongando este prazo para 8 dias. Aberta a vota√ß√£o, saiu vencedora a proposta de 8 dias que recebeu 28 votos, contra 5 votos para manter os 5 dias: 4) Exig√™ncias para apresenta√ß√£o dos projetos: por unanimidade ficou decidido que ser√° mantida a forma atual de apresenta√ß√£o dos projetos, apenas ampliando a responsabilidade do padrinho, que dever√° auxiliar o Solid√°rio Juarez, Vice-Presidente, na cota√ß√£o de pre√ßos dos equipamentos doados visando conseguir desconto:
5) Teto m√°ximo para projetos: Foi discutida a amplia√ß√£o ou manuten√ß√£o dos valores m√°ximos de cada projeto, de onde sa√≠ram tr√™s proposta, 5.1 manter em R$ 20.000,00 o teto dos gastos em projetos; 5.2 Passar para R$ 22.000,00 o teto dos gastos em projetos e 5.3 indexar em n√ļmero de sal√°rios m√≠nimos nacional, sendo proposto o n√ļmero de 30 sal√°rios m√≠nimos nacional. Aberta a vota√ß√£o saiu vencedora a proposta 5.3, que recebeu 32 votos contra 2 da 5.1 e 3 da 5.2: 6) Manuten√ß√£o, ou n√£o, de apresenta√ß√£o de projetos para atendimento individual: Ap√≥s v√°rias considera√ß√Ķes, sa√≠ram 4 propostas, 6.1 Manter a apresenta√ß√£o de projetos individuais, com o mesmo valor teto para projetos coletivos, 6.2 Manter a apresenta√ß√£o de projetos individuais, reduzindo o valor do teto dos projetos para 50% do teto coletivo, 6.3 Manter a apresenta√ß√£o de projetos individuais, reduzindo o valor do teto dos projetos para 10 sal√°rios m√≠nimos nacional, 6.4 Acabar com a apresenta√ß√£o de projetos individuais. Aberta a vota√ß√£o, saiu vencedora a proposta 6.3 com 19 votos, limitando a 10 sal√°rios m√≠nimos nacional, o valor do teto para projetos individuais, sendo que a proposta 6.1 recebeu 8 votos, a 6.2 recebeu 8 votos e a 6.4 recebeu 5 votos. O presidente fez a apresenta√ß√£o dos novos Solid√°rios e nada mais havendo a ser tratado, a reuni√£o foi encerrada √†s 21h09min, e para registrar lavrei a presente Ata que vai assinado por mim, Secret√°rio e pelo Presidente.______________


____________________________________
Marco Aurélio Sabag de Souza
Secret√°rio _______________________
Luiz Alberto Maçaneiro
Presidente


31/1/2015 - ASSEMBL√ČIA GERAL ORDIN√ĀRIA

Dia 31.01.2015, completando seu 1¬ļ ano de exist√™ncia, o Grupo Solid√°rio realizou sua 1¬™ Assembl√©ia Geral Ordin√°ria e festejou seu anivers√°rio cantando o "Parab√©ns pra Voc√™".
O evento aconteceu no Restaurante Bimmys, de propriedade do Solidário Takashi, e contou com a presença de mais de 60 Solidários e Familiares.
Foram discutidas, e votadas, algumas altera√ß√Ķes para 2015, conforme havia sido previsto na funda√ß√£o em 31.01.2014.

31/5/2014 - GRUPO SOLID√ĀRIO COME√áA A TRABALHAR

Depois de muito trabalho para o registro do Estatuto, Regimento Interno saiu o CNPJ e ALVAR√Ā, gra√ßas ao trabalho do Solid√°rio REGINALDO BUENO.
Abrimos a conta banc√°ria na Caixa Econ√īmica Federal
Agência 1565
Conta 2600-0 operação 003 Pessoa Jurídica
Nome: GRUPO SOLID√ĀRIO
CNPJ: 19.923.855/0001-12

  Conteķdo 1 atť 5 de 5

 
 
Rolex famously uses plain casebacks on its watches. The Rolex replica watches Submariner's screw-in caseback is devoid of any markings. The watches I have for review were loaned from our friends at the Rolex replica watches boutique nearby in Beverly Hills. We agreed not to remove the protective plastic on the sides of case, which you'll probably see in the pictures. There is also a type of bar code on the side of the case which is a serial identifier. That is removed when people buy the watch. Rolex replica watches uk uses a grade of steel called 904L. Most steel watches use 316L steel. The differences are minor, but involve more corrosion resistance in 904L steel from what I understand. So if your Rolex Submariner replica watches spends a lot of time in saltwater, then it will look better. It is widely known that Rolex replica watches sale is fanatical about their metal. They do a lot of metallurgy in-house, and not all steel of the same grade is made equal.